quinta-feira, 16 de julho de 2009

EDUCAÇÃO ( Cartilha dos Grêmios Livres )

Coração de Estudante (ver a cartilha completa)

Tempo de estudante é sempre lembrado com suspiros pela maioria dos adultos: saudosismo?
Pode ser, mas como esquecer aquele ânimo bom para descobrir o mundo e mudá-lo? Juventude é tempo de idealismo.
Claro que alguns, presos pela ideologia capitalista, logo jogam seu sonho no consumo: uma BMW antes dos 30 anos...

Esta cartilha não é para quem já está integrado assim.

O que você vai ler a seguir é útil para quem acredita na solidariedade e na capacidade dos seres humanos organizados criarem uma sociedade mais justa, participativa e fraterna.

Conhecendo a biografia de grandes figuras do século passado - um Gandhi, uma Pagú, um Che Guevara, um Mandela, um Chico Mendes, uma Rosa Luxemburgo, um Betinho - você vai constatar que todos, de alguma maneira, viveram com muita intensidade seu tempo (curto ou longo) de escola. E ali começaram a definir o sentido maior de suas vidas. Como diz o povo, "é de menino que se torce o pepino".

Escola boa não é apenas a que tem dedicados professores e ensina legal as matérias. Escola inteira é a que acolhe a participação dos alunos, e aluno aplicado é aquele que quer ir além da sala de aula, do conhecimento acadêmico. Estudante, professor, funcionário e escola têm que estar abertos para o mundo e suas contradições .
Fechando portas e janelas para os dramas e esperanças da Humanidade, a escola será um "faz de conta", uma farsa.
Por tudo isso, o Grêmio, criado por iniciativa dos estudantes, é um fundamental direito de cidadania e uma decisiva educação extra-classe. Sua existência, que tanto incomoda as ditaduras e aborrece os seus filhotes autoritários, está garantida por uma lei da ex-deputada Rose de Souza.
O Grêmio Estudantil traz a VIDA para a escola, pelas mãos agitadas daqueles que sabem que "há que se cuidar do mundo e tomar conta da amizade".
Saiba como fazer.

E vamos à luta, galera!

Chico Alencar foi Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da ALERJ, e ex-presidente do Grêmio do Colégio de Aplicação da UERJ (1968-1969) e hoje é Deputado Federal.

3 comentários:

Julio Cesar Gonçaves da Silva disse...

Olá, estou elaborando um projeto de extensão e preciso muito saber o ano de publicação desta cartilha para utilizá-la de referência.

Roit disse...

A autoria é do Dep Federal Chico Alencar. Como o site de origem encontra-se em manutenção, entre em contato com a sua assessoria. Vamos nos falando

Roit disse...

A autoria é do Dep Federal Chico Alencar. Como o site de origem encontra-se em manutenção, entre em contato com a sua assessoria. Vamos nos falando

Paulo Freire

"Ensinar exige reconhecer que a educação é ideológica."

(Pedagogia da autonomia)